Translate

Relato de seleção na Trip Linhas Aéreas.

relato abaixo foi escrito por uma leitora do Portal Meio Aéreo que prefere manter sua identidade reservada, mas como achamos interessante iremos publicar a experência dela em uma triagem que realizou no início do mês passado para comissários de voo da Trip Linhas Aéreas.



O Departamento de Seleção da Trip entrou em contato comigo na segunda-feira para agendar a dinâmica que seria dois dias depois, na quarta-feira, dia 7 de Outubro.



A moça do RH foi bem clara quando disse que a seleção começaria às 9h e que era necessário chegar alguns minutos antes, que atrasos não seriam tolerados. Como foi algo que sempre esperei, fiz questão de chegar bem antes. 8h30 lá estava eu. E pelo visto havia mais pessoas com o mesmo entusiasmo, pois já haviam algumas meninas lá.



Logo fiz algumas amizades, pois além de ser muito sociável sei que não é muito interessante em uma seleção para comissários de voo ficar isolado no canto, sem falar com ninguém. Não sei se há alguém do Departamento de Seleção que analisa o comportamento pré-seleção, mas é sempre bom atentar-se para os mínimos detalhes como li e aprendi no Meio Aéreo.



TRIP empenagem



No início apresentaram a companhia e esclareceram algumas dúvidas tais como:



- O salário inicial é de R$ 600,00/mês. A variável de quilometragem voada é paga sempre com dois meses de postergação, ou seja, o tripulante recebe o valor do primeiro mês no terceiro mês de atividade; Para ficar claro, a empresa paga, mas por exemplo se você começa a voar em janeiro só receberá os quilometros voados este mês em março e assim por diante;



- Não há mais base operacional para tripulantes em Campinas. As bases da Trip para comissários são nas cidades de Manaus, Recife, Natal, Rio de Janeiro ou Belo Horizonte;



- Os quinze dias de treinamento, que aparentemente é realizado em Belo Horizonte, não é remunerado. O candidato deverá arcar com os custos com acomodação e transporte;



A pergunta “Alguém quer desistir agora?” foi feita. Apesar de parecer um pouco sacrificante no começo ninguém desistiu. Acredito que este tipo de pressão seja parte da seleção, pois as condições impostas podem desanimar quem não ama a aviação e pensa que ser comissária de bordo é apenas sorrir e realizar o serviço de bordo para passageiros sempre amáveis.



Na sequência, as recrutadoras dividiram a sala em dois grupos – fluentes em inglês e sem fluência no idioma. Das cerca de 80 garotas que estavam presentes na sala, apenas 30 falavam inglês entre intermediário e avançado. Neste momento pensei sobre a importância em falar um idioma e como muita gente que quer ser comissário de voo não fala nem inglês.



Também penso que o fato de expor as pessoas se falam ou não inglês pode deixar uma impressão de que darão preferência às aeromoças bilingues. Nenhuma das recrutadoras afirmou isto, mas imagino que as candidatas que ficaram no grupo sem fluência em inglês já sentiram que tinham que superar-se em outros requisitos.



Nos foi solicitado o preenchimento de um formulário com questões pessoais, além de duas redações que lembrei bem das dicas dadas no Meio Aéreo – “primeiro tema“, “segundo tema” e “terceiro tema” de redações que podem cair na seleção da Trip.



Além das duas redações houve também uma prova oral em inglês (conversa informal) para as 30 meninas que disseram falar inglês e também uma última seleção pessoal para todas as meninas.



Em relação à entrevista em inglês e as redações não há segredo, basta saber bastante sobre a profissão (o que o Meio Aéreo em ajudou bastante) e ter ao menos o nível intermediário em inglês.



A primeira etapa da entrevista são questões cotidianas e simples de responder, mas dependendo das respostas as recrutadoras insistem bastante na sua resposta, exigindo tréplicas e defesa de sua resposta com convicção. Por isso uma das dicas que dou aos outros é ser bastante convincente quando responder às questões.



Uma menina mais velha que estava lá, disse que insistiram muito no fato dela ter mais de 30 anos (ela tinha 32). Outra garota que conversei depois disse que se atrapalhou na hora de justificar porque queria ser comissária. Dei uma série de motivos, mas sempre havia a réplica de uma das 4 psicólogas dizendo que eu poderia atuar em outra profissão também.ATR 72 500 Relato de seleção na Trip Linhas Aéreas



Acreditem! As quatro psicólogas juntas são capazes de fazer Buda e Gandhi declararem guerra. Elas perguntam sobre a vida íntima, sobre decisões, tocam fundo em traumas e perfis psicológicos. É preciso estar muito atento ao que responde, pois aqui vale aquela máxima “tudo que disser poderá ser usado contra você“. Fale a verdade, mas não seja nem muito emotivo, nem leve muito para o lado pessoal. Elas querem apenas saber como você se saíria em uma situação embaraçosa.



Na verdade, achei que foi um dos principais testes, pois se você não conseguir explicar por quê quer seguir na profissão qual companhia aérea é que irá contratar você? Acho que expliquei bem, falando sobre a bagagem cultural que levarei em cada viagem, o gosto pelo relacionamento interpessoal e amor e paixão pela aviação.



Finalmente tivemos um quebra-cabeça para montar em apenas 60 segundos. Não sei se é eliminatório, mas sei que muitas meninas também não conseguiram. Entendi o quebra-cabeça como uma forma de analisar nosso raciocínio lógico, nossa cordenação e rapidez em situações em que somos exigidos. Ou seja, é preciso encarar o quebra-cabeça como se fosse uma emergência. Imagina a paciência, controle emocional, raciocínio lógico, coordenação e liderança que o comissário chefe de equipe deve ter para evacuar o avião em uma situação de pouso forçado com fogo no avião?



Ah, uma coisa que não deixei de fazer foi sorrir sempre. É engraçado como muitas meninas ficam sérias quando estão montando o quebra-cabeça ou participando das entrevistas pessoais. Sempre lembro de uma máxima que aprendi no meu curso que diz que o avião pode estar caindo, mas os comissários estarão sempre sorrindo.



Nestas horas de pressão, perguntas e diversas atividades desgastantes muitas meninas esquecem de sorrir e podem ser prejudicadas por serem avaliadas como “muito sérias” como uma garota comentou que falaram isso pra ela em um tom crítico.



Não pensem que acabou! Isto tudo que contei foi só na parte da manhã. Tivemos um intervalo para almoçar e voltamos à tarde. Não contei o número de meninas, mas pelo que conversei com algumas no intervalo do almoço umas duas pelo menos disseram que não voltariam.



À tarde, a primeira parte foi reservada à dinâmica de grupo, com breve apresentação pessoal com a presença de duas comissárias de voo e uma psicóloga. Adorei as comissárias, são lindas e muito simpáticas. Isto me alegrou e motivou bastante.



Depois, na segunda parte, fizemos um círculo grande com a brincadeira escravos de jó. (Lembrei exatamente de quando li esta matéria no Meio Aéreo). Quando vi que tinha algumas meninas que não sabiam “brincar” até pensei em perguntar se nunca tinham acessado o “Meio Aéreo“. (risos).



Sobre a Trip




Com mais de 10 anos de atividade no Brasil, a Trip é hoje a maior companhia aérea regional do País e também da América Latina por atender o maior número de cidades e contar com a maior frota de aeronaves regionais.



É controlada pelos Grupos Caprioli e Águia Branca, ambos com tradição em transporte de passageiros e um histórico de resultados sólidos e crescimento sustentado. A Trip tem como um de seus investidores a norte americana Skywest Inc., maior empresa de transporte aéreo regional do mundo, com 450 aeronaves, que adquiriu 20% de participação no capital da companhia. Com um faturamento bruto em 2008 de R$ 322 milhões, a empresa gera 1,5 mil empregos diretos e indiretos, conta com 26 aeronaves e opera em 73 cidades em todo o País.



Para fazer parte da tripulação da Trip Linhas Aéreas, envie seu currículo com foto recente para:



Departamento Recrutamento e Seleção

Rua dos Hangares nº3 – Pátio norte

Aeroporto da Pampulha – Belo Horizonte/MG

CEP: 31710-410



Ou encaminhar currículo para: curriculo@voetrip.com.br



Os currículos para comissários deverão preferencialmente ser encaminhados via correio com foto 5×7 atualizada para:



Avenida Brasil 1394, Guanabara

Campinas/SP . CEP:13073-148



Boa Sorte!!!

FONTE: PORTAL MEIO AÉREO

Comente com o Facebook:

Mais Lidas da Semana

Entrevista com aeromoça brasileira da Emirates

Seleção TAM: perguntas da entrevista individual (PARTE 2 de 2)

Exemplo de Speech