Translate

Quem é o BOEING 787?

O Boeing 787 Dreamliner, conhecido como aeronave dos sonhos, é o mais novo avião comercial de passageiros da Boeing. A entrada do avião no mercado está prevista para 2012. Será capaz de transportar entre 250 e 330 passageiros, dependendo do modelo e da configuração do interior da aeronave. É o primeiro avião comercial a ser fabricado, principalmente, com composites e fibra de carbono e substituirá os Boeing 767 e 757. Planejado para ser uma aeronave de longo alcance, está previsto que o Boeing 787 possa voar entre 6.500 km (modelo -3, de maior capacidade de passageiros) e 15.700 km (modelo -8 e -9). A aeronave pode ser equipada com motores General Eletric GEnx ou Rolls-Royce Trent com empuxo unitário na faixa dos 265,8/ 311,4KN (53 000/70 000 lb.).

A Boeing projetou o cockpit do 787 de tal maneira que será muito fácil treinar um piloto de 777 para voar o novo avião. A meta é que não tomará mais do que cinco dias para um piloto de 777 se tornar qualificado em 787, que é um avião razoavelmente menor.
Mike Carriker (foto) está fazendo o que ele mais gosta na vida — voos de teste. Ele está pilotando o 777 como parte de um programa conjunto da Boeing, NASA e outros para fazer aviões comerciais mais silenciosos durante as decolagens e pousos, bem como menos barulhentos para os passageiros dentro da cabine.
“Você verá as diferenças visuais entre os cockpits, mas se vocé é piloto de 777 vai focar em partes dos displays e instantaneamente saber o que está olhando” diz Carriker.
Ao contrário dos 5 displays do 777, o 787 terá 4 telas com 100% mais área visual do que o anterior. Além das telas grandes, o 787 têm também HUD para o piloto e copiloto, um equipamento usado em aviões de caça que permite que se veja a pista e os instrumentos essenciais ao mesmo tempo (as indicações são projetadas em uma tela transparente na frente do piloto).
Além disso, o 787 terão capacidade de pouso por GPS, usando os satélites para aproximação de alta precisão. Aviões totalmente novos como o 787 aparecem apenas uma vez a cada 12 ou 14 anos na Boeing.
O 777, ultimo lançamento da Boeing fez seu primeiro voo em 1994. “No primeiro voo de um novo avião, tudo se resume no momento da decolagem, toda a esperança de todo o pessoal que participou na construção do avião, sem contar toda a ambição da companhia inteira” diz Carriker.


Dia Histórico da Boeing.

Depois de muitos imprevistos, atrasos, e sem contar a greve de 90 dias na Fabrica da Boeing, o cobiçado 787 resolve realizar o tão esperado voo inaugural.
Everett-WA, USA, 15 de dezembro de 2009. Uma manhã fria, e chuvosa, as 09h50min da manhã, horário local (14h50min horário de Brasília), é previsto a decolagem da aeronave, funcionários da fabricante, e entusiastas da aviação, ficam muito felizes com a conquista do projeto e ansiosos de ver a aeronave decolar. Pessoas do mundo inteiro também puderam acompanhar ao vivo pelo site da Boeing a aeronave realizando os testes de taxiamento e claro o voo inaugural.
A hora prevista passa e o 787 começar a taxiar pelo aeroporto de Paine Field (PAE / KPAE), chamando a atenção com uma bela imagem no design e sem contar com uma pintura ilustre. Mike Carriker estará no asssento da esquerda — como comandante — quando o 787 fizer a primeira decolagem (se correr tudo de acordo) e entrará para os livros de história, se juntando a um seleto grupo de pilotos que tiveram a honra e a enorme responsabilidade de controlar um avião da Boeing no voo inaugural — do 707 até o 777.
O que ele pensou naquele momento?
“Please, God, don’t let me make any mistakes.” (Deus, não me deixe fazer nada errado)
Por volta das 10h30min da manha, hora local, o 787 tomam os céus e realiza um voo VFR, na região de Seattle, região noroeste dos EUA. As 12h50min, hora local é previsto o primeiro pouso, A aeronave pousa depois de trinta minutos do previsto em uma pequena chuva caindo sobre o aeroporto, após o pouso pilotos e engenheiros, fecham o dia com discursos e entrevistas para a imprensa.


Veja o vídeo abaixo o 787 realizando o voo inaugural.





Os Aviões de teste


A Boeing contará com uma frota de seis aviões para realizar os vôos de testes, os quais levarão a certificação do modelo. Com os seguintes números de seriais para a Boeing:
O ZA001 realizará o primeiro voo com uma tripulação mínima, apenas com dois pilotos e nenhum engenheiro a bordo.
Todos os parâmetros medidos na aeronave serão transmitidos em tempo real ao centro de ensaios da Boeing Field. Onde estarão os engenheiros.
O segundo avião, o ZA002 será utilizado para os ensaios de sistemas elétricos, piloto automático, aniônica, motores, estabilidade e controle, e teste dos sistemas computadorizados. Também levará sistemas analisadores do oxigênio e do tanque de combustível (temperatura, transferência entre tanques, etc.), instrumentos para medir o comportamento da APU e instrumentos para a verificação dos sistemas de degelo e capacidade máxima de carga elétrica.
O ZA003 deverá verificar os diferentes sistemas, as emissões de ruído (interno e externo), a cabine de passageiros, aniônica e certificação Etops.
O ZA004 realizará os testes de alta velocidade e as avaliações dos motores. O primeiro avião equipado com motores GEnx será o ZA005 e servirá para verificar as vibrações, características aerodinâmicas, sistemas dos motores e certificação Etops.
O ZA006 servirá para realizar os diferentes testes com mínimo equipamento analógico, certificação Etops com sistemas mínimos computadorizados e testes de contingência.

Em fevereiro continuaremos a matéria dos 787 DreamLiner e falaremos sobre o processo de certificação da aeronave, até lá.

Comente com o Facebook:

Mais Lidas da Semana

Seleção TAM: perguntas da entrevista individual (PARTE 2 de 2)

Entrevista com aeromoça brasileira da Emirates