Translate

Embraer prevê entrega de 6.350 novos jatos no segmento de 70 a 130 assentos

A Embraer divulgou as perspectivas de mercado (Market Outlook) de 2015 a 2034, no qual detalha as previsões de entregas de novos jatos no nos próximos vinte anos. O foco do relatório é o segmento de 70 a 130 assentos, cujo valor é de aproximadamente USD 300 bilhões, considerando os preços de lista, durante o período. A Embraer projeta entregas de 6.350 jatos novos - sendo 2.250 unidades no segmento de 70 a 90 assentos, quanto as demais 4.100 serão no segmento de 90 a 130 assentos.

A frota mundial de jatos em serviço na categoria de 70 a 130 assentos aumentará dos 2.590 aviões em operação em 2014 para 6.490 em 2034, sendo o crescimento mais rápido entre todos os segmentos de mercado. A substituição de aeronaves antigas representará 39% das novas entregas e os 61% restantes estão relacionados com o crescimento do mercado. 

A estratégia de disciplina de capacidade seguida pelas companhias aéreas da América do Norte tem comprovado ser muito eficaz na geração de lucros maiores. Ao passo que as companhias aéreas se tornam mais atraente aos investidores, a Embraer também vê uma mudança nos principais objetivos de negócio, de custo unitário e participação de mercado para o lucro por unidade e o retorno sobre o investimento.


“Aeronaves de capacidade adequada (right-sized) podem gerar regularmente maior receita e lucro por assento, uma vez que têm menos lugares disponíveis alocados para os passageiros que pagam menos por uma passagem (low-fare). A alta eficiência dos ativos é essencial para um sólido desempenho financeiro. Esses atributos - combinados com a eficiência em operações hub-and-spoke, complemento por aeronaves narrow-body e desenvolvimento de novos mercados - gerarão demanda significativa por novas aeronaves no segmento”, explicou Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO, Embraer Aviação Comercial.

A demanda global por transporte aéreo, medida por receita de passageiro-quilômetro transportado (RPK), vai aumentar 2,6 vezes, a uma média de 4,9% ao ano até 2034. O Oriente Médio e a China serão os mercados com os crescimentos mais rápidos, com taxas anuais médias em torno de 7%, seguidos por regiões emergentes como América Latina, com 5,9%, e a África, com 5,4%. A Ásia-Pacífico e a CEI (Comunidade de Estados Independentes) terão taxas médias de crescimento de cerca de 5%, enquanto os mercados mais maduros da Europa e da América do Norte crescerão mais lentamente, com taxas de 3,9% e 2,7%, respectivamente. 

Sobre ao Relatório das Perspectivas de Mercado da Embraer (Market Outlook)

Desde que a 1ª edição do Embraer Market Outlook foi publicada, em 2004, os analistas da Empresa tem refinado o modelo de previsão, a fim de identificar e prever tendências futuras. O processo do Market Outlook consiste em duas etapas principais: (1) uma previsão da demanda de tráfego para a evolução futura de RPKs por regiões e sub-regiões com base em modelos econométricos para os próximos 20 anos e (2) uma previsão de demanda de aeronaves que projeta o número de novas entregas desde aeronaves turboélices de 30 assentos até wide-bodies durante o mesmo período.

Estamos no Instagram e Tumblr, siga-nos:

Comente com o Facebook: