Translate

Airbus A350-1000 entra na Linha de Montagem Final

É MAIS QUE VOAR | Airbus A350-1000 entra na Linha de Montagem Final










 Airbus começou a montagem final do primeiro A350-1000. A “futura aeronave” já se encontra na Final Line Assembly A350 (FAL – em português: Linha de Montagem Final) localizado na sede da Airbus em Toulouse, França. Este A350-1000 será um dos três aviões de teste de voo que serão construídos, e tem sua programação para o voo inaugural antes do final de 2016, já as entregas dos A350-1000 começarão em meados de 2017 com a Qatar Airways, que também foi cliente de lançamento da versão A350-900.

Para garantir a integração harmoniosa do A350-1000 na FAL, enquanto a produção dos A350-900 está aumentando, Airbus acrescentou três estações de montagem final e está aumentando o número de funcionários da linha de montagem final do A350 XWB de seu nível atual - cerca de 1.500 - para cerca de 1.900 em 2018. Para uma flexibilidade máxima, todas as estações FAL do A350 XWB, pode ser usado para ambos os modelos.

É MAIS QUE VOAR | Airbus A350-1000 entra na Linha de Montagem Final



Atualmente na "Estação 50" a fuselagem recebe a junção do “charuto” da aeronave e instalação trem de pouso, o primeiro A350-1000 voltará a mover-se para "Estação 40" onde as asas, trem de pouso principal e cauda serão instalados. Para economizar tempo e otimizar o processo de montagem dos A350s, Airbus inicia o fornecimento cabine o realiza a primeira “partida” elétrica em paralelo com o trabalho de montagem estrutural. Após esta etapa for concluída, a aeronave continua através do processo dentro da FAL, com atividades finais estruturais, testes em solo, pintura, conclusão de cabine e cockpit, e instalação dos motores antes de ser transferido para o centro de teste de voo.


Apesar de ter um alto grau de comunalidade com o A350-900, o A350-1000, mede cerca de 74 metros do nariz à cauda, ​​é a mais longa versão fuselagem da nova família de aviões de fuselagem larga da Airbus. O A350-1000 será alimentado por motores Rolls Royce Trent XWB-97, o motor mais potente desenvolvido para uma aeronave Airbus. O A350-1000 acomoda confortavelmente 366 passageiros em uma configuração típica de três classes e voa em rotas de até quase 8.000 milhas náuticas o que representa uma vantagem significativa de geração de receita para as operadoras. Até agora, a Airbus ganhou 181 ordens do A350-1000 de 10 clientes.






Comente com o Facebook:

Mais Lidas da Semana

Entrevista com aeromoça brasileira da Emirates