Translate

Resumo: Boeing no 3º dia – FARNBOROUGH AIRSHOW 2016









Novos acordos comerciais aconteceram com a Boeing, neste terceiro dia de Farnborough Airshow 2016.

EGYPTAIR encomendou nove 737-800 Next-Generation. O acordo está avaliado em US$ 864 milhões em preços de tabela, a ordem foi atribuída anteriormente como um cliente não identificado no website de encomendas e entregas da Boeing. Oito dos aviões será financiado por Dubai Aerospace, com sede em Dubai, Emirados Árabes Unidos.

O anúncio coincide com 50 anos de parceria entre a Boeing e a companhia aérea que começou com uma encomenda de um 707 em 1966. EGYPTAIR colocou seu primeiro pedido de 737 em 1975.

Boeing também anunciou 10 novas ordens para o programa Boeing Converted Freighters (BCF). Cargo Air, baseado em Sofia na Bulgária, e Lineas Aereas Suramericanas (LAS) Cargo, baseada em Bogotá, na Colômbia, irão receber dois 737-800BCFs. Air Algerie, baseada em Algiers, Argélia, assinou compromisso para dois 737-800BCFs. Um Cliente não identificado assinou uma ordem para quatro 767BCFs.

Comemorando dois anos da companhia aérea, Ruili Airlines anunciou pela primeira vez a finalização de uma encomenda de seis 787-9 Dreamliners, no valor de US$ 1.59 bilhões a preço da lista atual. Também representa a primeira ordem widebody da transportadora baseada em Yunnan.


Air Europa anunciou hoje uma encomenda de 20 Boeing 737 MAX 8s. A ordem foi anteriormente atribuída como um cliente não identificado no website de pedidos e entregas da Boeing.

Em 2015, Air Europa anunciou uma encomenda de 14 Boeings 787-9 Dreamliners, o maior pedido widebody da Boeing de uma operadora espanhola. Air Europa agora tem um total de encomendas de 22 Boeings 787-8s e 787-9, uma vez que continua a sua transição para uma frota de longo curso somente por Boeing.



Soluções analíticas avançadas também foram anunciadas pela Boeing. Estas soluções vão ajudar os clientes a aumentar a eficiência e reduzir os custos de exploração em mais de 500 aviões.

Boeing oferece uma ampla gama de ferramentas de análise que permitem que as companhias aéreas possam tomar as melhores decisões e melhorar significativamente o desempenho no solo e no ar.

All Nippon Airways (ANA) assinou um contrato de renovação de sua ferramenta Airplane Health Management (AHM) em toda a sua futura frota de aeronaves Boeing 787. ANA usa ferramentas AHM para monitorar suas aeronaves em tempo real e gerenciar proativamente as operações de manutenção de forma mais eficiente.

British Airways assinou um contrato para Atualizações de Vento, atualmente instalado em 88 aviões com os planos para a integração da frota adicional. Clientes que utilizam esta ferramenta “Atualizações de Vento” tipicamente geram em média uma economia de 200-400 libras (90-180 kg.) de combustível por voo, aproveitando informações em tempo real sobre as condições atmosféricas para melhorar o desempenho.

Delta Air Lines assinou um acordo para utilizar a Airplane Health Management (AHM) em sua frota de  Boeing 737, 747, 767 e 777. Delta usa alertas Predictive Analytics baseada pela AHM para reduzir os atrasos e cancelamentos, programando a manutenção de uma forma controlada, para evitar interrupções no cronograma. Atualmente, mais de 3.800 aviões no mundo inteiro utilizam serviço de AHM da Boeing.

GOL assinou um acordo para usar a ferramenta Engine Fleet Planning and Costing (EFPAC), o que reduz significativamente os custos operacionais por meio da determinação de práticas específicas de gestão do motor durante o tempo de vida e permitindo uma melhor tomada de decisão.

Pobeda Airlines  assinou um contrato para implantar serviços do Painel de Combustível em toda a sua frota de Boeing 737. Painel de Combustível ajuda a companhias aéreas reduzir o consumo de combustível 2-7 por cento anualmente. A ferramenta é usada atualmente em mais de 1.000 aviões comerciais em todo o mundo.

Yangtze River Express assinou um contrato para usar Maintenance Performance Toolbox Records, com a sua frota de aviões. Yangtze River Express é o primeiro cliente na China para integrar o serviço de caixa de ferramentas, o que elimina o desafio operacional de gerenciamento de registros de manutenção baseados em papel.

E para fechar este terceiro dia de acordos e novidades em Farnborough Airshow, Boeing Business Jets (BBJ) anunciou, a venda de dois BBJ MAX 8. Os BBJ MAX 8s recentemente reservado foram ordenados por dois clientes diferentes não revelados, um cliente com base na América do Norte e outro na Ásia.

Boeing Business Jets agora tem 12 BBJ MAX em ordem; 11 para o modelo MAX 8 e uma para o BBJ MAX 9.

Boeing Business Jets oferece uma ampla variedade de aviões de longo alcance perfeitamente adequado para o mercado da aviação executiva. A linha de produtos BBJ inclui a Família BBJ MAX, bem como o BBJ 787, BBJ 777, e BBJ 747-8.



 

Comente com o Facebook:

Mais Lidas da Semana

Entrevista com aeromoça brasileira da Emirates