Pular para o conteúdo principal

Jovem com síndrome de down realiza o sonho de virar aeromoça

Jovem com síndrome de down realiza o sonho de virar aeromoça | É MAIS QUE VOAR
Shantell com o time de bordo da American Airlines | Foto © American – Divulgação.



Com essa rotina, além de se apaixonar por aviões, Shantell passou cada vez mais a admirar os comissários de bordo e sonhar em um dia se tornar uma aeromoça. Leia na integra:




Em algumas situações, o time de bordo da American Airlines tem a oportunidade de realizar conexões especiais com passageiros que voam com frequência. A história foi com a jovem Shantell “Princesa” Posser, que viaja regularmente de Dennarmark, Carolina do Sul, para Cincinnati, Ohio, onde realiza tratamento em um hospital infantil para uma doença terminal que está bloqueando suas vias aéreas.

Com essa rotina, além de se apaixonar por aviões, Shantell passou cada vez mais a admirar os comissários de bordo e sonhar em um dia se tornar uma aeromoça, e essa vontade aumentou no momento que o piloto Matthew Coelyn a convidou para um tour em sua cabine. Foi ai que sua mãe, Deanna, percebeu a verdadeira paixão de Shantell e que esse não era apenas um sonho passageiro.

Princesa já ultrapassou a expectativa de vida dada pelos seus médicos. Então, quando seu 17º aniversário estava chegando, sua mãe não mediu esforços para tornar seu sonho realidade e enviou uma mensagem para alguns amigos que trabalham na companhia aérea com o intuito celebrar seu aniversário da maneira que Shantell mais gosta: em um avião.

Jovem com síndrome de down realiza o sonho de virar aeromoça | É MAIS QUE VOAR
 Festa de aniversário de Shantell no voo da American Airlines | Foto © American – Divulgação.

Deanna se juntou ao Capitão Matthew Coelyn e ao seu time de bordo para coordenar um evento especial para a Shantell. As aeromoças decoraram a cabine com faixas escritas “feliz aniversário” e, enquanto o jato taxiava na pista, Shantell vestiu seu uniforme da American Airlines e teve a oportunidade de atuar como comissária de bordo. Ela ajudou na demonstração de segurança (speech) e a conduzir o serviço de bordo, quando pôde servir a seus amigos e familiares.

Não compactuamos com o Fakenews!
Todas as informações contidas neste artigo são fontes originalmente recebidas da AMERICAN.

Comentários

Mais Lidas

Conheça o novo uniforme da Turkish Airlines

Endereços das companhias aéreas para envio de currículo

Como Emitir o CHT Digital da ANAC – A nova licença dos profissionais da Aviação Civil já está em vigor







2019 © É MAIS QUE VOAR
Ads