Pular para o conteúdo principal

Swissport estabelece como meta chegar a pelo menos 50% da frota global de veículos movida a eletricidade até 2025

Swissport estabelece como meta chegar a pelo menos 50% da frota global de veículos movida a eletricidade até 2025Swissport estabelece como meta chegar a pelo menos 50% da frota global de veículos movida a eletricidade até 2025 | É MAIS QUE VOAR
Foto © Swissport / Divulgação

Ao lançar o Relatório de Sustentabilidade no mês passado, a Swissport se comprometeu a investir ainda mais em equipamentos amigos do meio ambiente. Leia em detalhes.





A Swissport, empresa de serviços aeroportuários em solo e handling de carga aérea, está comprometida com a redução do uso de combustíveis fósseis em sua frota em busca de equipamentos de ground handling que sejam mais eficientes e amigos do meio ambiente, especialmente os chamados eGSE, sigla em inglês para Equipamentos de Ground Support movidos a eletricidade (electrical Ground Support Equipment). A empresa aumentou o número de veículos elétricos (eGSE) de 925 para 2.430, entre eles estão cargo lifters (levantadores de carga) e tratores de push back de aeronaves.

“Como signatária do Global Compact das Nações Unidas, a Swissport está comprometida com os princípios de responsabilidade nos negócios. Nós integramos a sustentabilidade à nossa tomada de decisão”, disse Eric Born, Presidente e CEO da Swissport International AG. “Recentemente, negócios sustentáveis contribuem para resultados positivos e criação de valor, aumentando nossa flexibilidade para investir em equipamentos amigos do ambiente e em questões sociais. Como o nosso ambicioso programa plurianual de modernização da frota, a Swissport vai elevar ainda mais a participação de veículos elétricos para pelo menos 50% até 2025 e continuará a reduzir a pegada de carbono."

Parte do total de investimentos nos equipamentos de solo (GSE) é para a introdução de sistemas telemáticos na nossa frota global. A telemática otimiza a utilização do equipamento e contribui para a redução do consumo de combustível. Investindo em eGSE, os equipamentos elétricos, podemos reduzir o consumo de combustíveis fósseis e a pegada de carbono em mais de 40% em alguns aeroportos, evitando a emissão prejudicial de poluentes e a poluição sonora, criando um ambiente de trabalho mais saudável para o time.

Na Swissport, a sustentabilidade está integrada aos objetivos estratégicos e operacionais. A companhia está atualmente preparando a implementação de um novo sistema de gerenciamento ambiental para todo o grupo, e isso ficará pronto em 2020. Ao mesmo tempo em que traz benefícios ambientes óbvios, isso ajuda a Swissport a criar valor.

A melhoria contínua da prestação de serviços sustentável também beneficia os clientes, as empresas aéreas, em seus próprios perfis de sustentabilidade.

Comentários

Mais Lidas

FOTOS: Esquadrilha da Fumaça, Portões Abertos DCTA 2019 – Parte 2

Companhia aérea Fly-CD chega ao Brasil em 2020, com voos para o Caribe

Embraer fecha negócio de US$1,4 bilhão com a Flexjet







2019 © É MAIS QUE VOAR
Ads