Sustentabilidade: Air France segue investindo em equipamentos e veículos elétricos para uso em pista

by - quarta-feira, setembro 16, 2020

Sustentabilidade: Air France segue investindo em equipamentos e veículos elétricos para uso em pista | É MAIS QUE VOAR
Foto © Air France - Divulgação.


Companhia testou manuseio de rampa feito com diversos aparelhamentos elétricos; aeronave Airbus A350 matrícula F-HTYD que participou do teste voa atualmente para São Paulo (GRU).

 


Comprometida já há vários anos a usar equipamentos e veículos elétricos para uso em pista, a Air France testou em 3 de setembro de 2020 o manuseio de rampa (handling) de um voo entre Paris e Delhi usando motores totalmente elétricos produzidos pela startup francesa em construção de equipamentos de rampa  CARWATT e TLD. Alguns desses equipamentos e veículos são certificados pela Solar Impulse Foundation – da qual a Air France é parceira – por seu valor ecológico e econômico. Foram usados:

 

  • Para o suprimento de ar da aeronave: ar condicionado modelo Lebrun TLD;
  • Para a transferência de bagagem do terminal para a aeronave: trator elétrico Charlatte;
  • Para carregamento de bagagem: esteira de bagagem elétrica CARWATT;
  • Para carregamento de carga, um carregador elétrico TLD para cargas pesadas;
  • Finalmente, foi feito o pushback por um trator elétrico da TLD sem barra de reboque.

O voo Paris-Delhi em 3 de setembro de 2020 foi operado por um Airbus A350 matrícula F-HTYD – a aeronave consome 25% menos combustível do que a aeronave equivalente da geração anterior, graças à incorporação de materiais mais leves, compósitos e titânio. O ruído produzido pelo modelo também é reduzido em 40%. O mesmo tipo de aeronave voa atualmente cinco vezes por semana entre Paris (CDG) e São Paulo – Guarulhos (GRU).

 

Apoiar a inovação e mobilizar seu ecossistema para desenvolver soluções econômicas e ecologicamente viáveis são umas das prioridades principais da política de desenvolvimento sustentável da companhia aérea Air France. A companhia, portanto, apoia o desenvolvimento de aeronaves, veículos e equipamentos inovadores que ofereçam alternativas ao uso de combustíveis fósseis.

 

A parceria entre a Air France e a CARWATT, lançada em 2017, combina eletrificação e economia circular, com a transformação de antigas esteiras de bagagem em elétricas com baterias de íons de lítio de segunda vida. A TLD, fornecedora e parceira de longa data da Air France, está usando o hub da Air France em Paris-Charles de Gaulle como campo de testes para o desenvolvimento de seus equipamentos. Os engenheiros da Air France e da TLD em breve testarão a abordagem de aeronave autoguiada em condições reais (equivalente a um "estacionamento assistido" em carros) para os novos carregadores elétricos usados para carregar cargas a bordo de aeronaves.

 

No final de 2020, cerca de 60% dos equipamentos e veículos de pista utilizados pela Air France nos aeroportos onde a companhia opera seu próprio equipamento (Paris-Charles de Gaulle, Paris-Orly e escalas da companhia na França continental) será elétrica. Essa taxa subirá para 90% em 2025, possibilitando a economia de 10.000 toneladas de emissão de CO2 por ano. Até 2030, a Air France pretende tornar suas operações terrestres neutras em carbono.

 

Assista ao vídeo sobre o projeto:

 

LEIA TAMBÉM:

0 Pessoas comentaram este artigo