Airbus, Boeing e Embraer entregaram um total 213 aeronaves no Primeiro Trimestre de 2021 (1T2021)

by - segunda-feira, maio 10, 2021

Aviação: TOTAL DE ENTREGAS E ENCOMENDAS POR FABRICANTES 1T2021 | É MAIS QUE VOAR

Com a vacinação em andamento em todo o mundo no combate à pandemia, a indústria aeronáutica espera-se que 2021 seja um ano de recuperação para as três maiores fabricantes de aviões comerciais.


Incluindo as três maiores fabricantes (Airbus, Boeing e Embraer) ao todo foram entregues 213 aeronaves comerciais (188 narrowbody e 25 widebody) e 284 encomendas (275 narrowbody e 48 widebody).

 

Durante o primeiro trimestre de 2021, a aeronave narrowbody (fuselagem estreita ou corredor único) mais entregue foi o Airbus A320neo com um total de 57 entregas enquanto a aeronave widebody (fuselagem larga ou duplo corredor) mais entregue foi o Airbus A350-900XWB com 9 entregas.

 

Quanto as encomendas, o 1T2021 somado com as três maiores fabricantes, tiveram um total de 323 aeronaves (275 narrowbody e 48 widebody). A aeronave narrowbody mais encomendada no período foi o Boeing 737 MAX 7 se tornando a maior encomenda da versão MAX 7 até o momento após a retomada operacional do MAX. Já o widebody mais encomendado foi o KC-46 Tanker, uma aeronave Boeing 767-200F adaptado na versão militar com 27 encomendas.

 

Airbus, líder de entrega no primeiro trimestre de 2021

 

Durante o 1T2021, a Airbus entregou um total de 125 aeronaves comerciais (114 narrowbody e 11 widebody) e um total de encomendas de 39 aeronaves (38 narrowbody e 1 widebody).

AIRBUS: TOTAL DE ENTREGAS E ENCOMENDAS 1T2021 | É MAIS QUE VOAR

A aeronave mais entregue no primeiro trimestre foi a aeronave narrowbody Airbus A320neo com 57 entregas, como mencionado ao começo desta publicação. Já a aeronave widebody mais entregue pela fabricante europeia foi o A350-900XWB com 9 entregas, também mencionado no começo desta publicação.

 

Quanto as encomendas, o Airbus A220-300 foi o narrowbody mais encomendado pela fabricante europeia com 20 encomandas. Já o widebody mais encomendado da Airbus foi um único A330-200MRTT (aeronave A330-200 configurado na versão militar).

AIRBUS: TOTAL DE ENTREGAS E ENCOMENDAS 1T2021 | É MAIS QUE VOAR

Segundo o site DSM Forecast International, os resultados ficaram acima das expectativas dos analistas, refletindo entregas de aeronaves acima do esperado, mas também ajudados pelos resultados de um programa de reestruturação em andamento.

 

Antes da pandemia, a Airbus tinha como meta um aumento de 5 por cento na taxa de A320 para 63 jatos por mês a partir de 2021, e também estava discutindo um aumento adicional com sua cadeia de suprimentos que poderia ter levado a taxa de produção a tão alta quanto 67 aeronaves por mês, ou 804 por ano, até 2023. Isso colocaria a empresa ao alcance de um total de 1.000 entregas de jatos por ano. Esses planos agora foram arquivados. Em 21 de janeiro de 2021, a Airbus lançou um plano de taxa de produção atualizado e agora espera aumentar a produção do A320 da taxa atual de 40 por mês para 43 no terceiro trimestre e 45 no quarto trimestre de 2021. Isso representa um aumento mais lento do que o previsto anteriormente 47 aeronaves por mês a partir de julho. A taxa de produção mensal do A220 foi aumentada de quatro para cinco aeronaves por mês até o final do primeiro trimestre de 2021. As taxas de produção do Widebody permanecerão nos níveis atuais, com taxas de produção mensal de cerca de cinco e dois para o A350 e A330, respectivamente. Com apenas cinco A380s em carteira em 31 de março de 2021, o fim do programa A380 se aproxima. Espera-se que a última aeronave seja entregue à Emirates em maio de 2022.

 

Apesar do primeiro trimestre relativamente forte, a Airbus manteve sua previsão de fevereiro de 2021 de que esperava pelo menos igualar as 566 entregas para 2020 no ano atual.

 

A Airbus ainda planejava aumentar a produção de seus jatos de corredor único para 43 por mês no terceiro trimestre de 2021 e 45 no quarto, em comparação com a taxa atual de 40 por mês. Esse número caiu de 60 antes da pandemia.

 

Boeing, líder de encomendas no primeiro trimestre de 2021

 

Os dois últimos anos para a norte-americana Boeing foi desafiador com o aterramento dos MAXs. Com a retomada de operações dos aviões família MAX em novembro de 2020, a Boeing no primeiro trimestre de 2021 ao que parece teve “melhorias” nos resultados apresentados no período.

 

A Boeing obteve um total de pedidos de 77 aeronaves (63 narrowbody e 14 widebody) e um total de encomendas de 282 aeronaves (235 narrowbody e 47 widebody). Os aviões comerciais da Boeing entregaram 77 aviões durante o trimestre e a carteira de pedidos incluiu mais de 4.000 aviões avaliados em US$ 283 bilhões.

BOEING: TOTAL DE ENTREGAS E ENCOMENDAS 1T2021 | É MAIS QUE VOAR

O Boeing 737 MAX 8 foi a aeronave narrowbody da fabricante mais entregue no período com 39 aeronaves. Já o widebody mais entregue no 1T2021 da Boeing foi o Boeing 777-300ER com 5 aeronaves.

BOEING: TOTAL DE ENTREGAS E ENCOMENDAS 1T2021 | É MAIS QUE VOAR

Graças ao enorme pedido de 100 aeronaves Boeing 737 MAX 7 pela Southwest Airlines (um recorde de pedidos para a versão MAX desde a retomada da família), tornou-se a aeronave narrowbody mais encomendada da fabricante no 1T2021. Já a widebody mais encomendado pela fabricante Boeing foi o KC-46 Tanker, (aeronave Boeing 767-200F adaptado para versão militar) com 27 unidades encomendadas.

 

Segundo a Boeing, o programa 737 está atualmente sendo produzindo com uma taxa baixa e continua esperando aumentar gradualmente a produção para 31 por mês no início de 2022 com aumentos graduais adicionais para corresponder à demanda do mercado. A Boeing continuará avaliando o plano de taxas de produção à medida que monitora o ambiente do mercado e se engaja nas discussões com os clientes.

 

A empresa também retomou as entregas de 787 no final de março. Durante o trimestre, o programa 787 consolidou a mudança de montagem final para Carolina do Sul e fez a transição para a taxa de produção anunciada anteriormente de 5 aeronaves por mês.

 

O setor de aviões comerciais da Boeing continua trabalhando com o desenvolvimento do 777X e a empresa ainda espera entregar o primeiro 777X no final de 2023. A taxa de produção combinada do 777 / 777X está em transição para 2 aeronaves por mês.

 

A brasileira Embraer

 

A fabricante brasileira Embraer segundo em seu comunicado oficial com os Investidores entregou um total de 22 jatos no primeiro trimestre de 2021, sendo nove comerciais e 13 executivos. Porém, segundo os dados coletados pelo website Planespotters, a fabricante obteve um total de entregas de 11 aeronaves. Em 31 de março de 2021, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava USD 14,2 bilhões.

 

O novo E195-E2 foi o mais entregue no período com um total de 6 entregas.

EMBRAER: TOTAL DE ENTREGAS E ENCOMENDAS 1T2021 | É MAIS QUE VOAR

Durante o 1T21, a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM Royal Dutch Airlines, recebeu seu primeiro jato E195-E2, por meio da empresa ICBC Aviation Leasing, elevando para 50 o número total de jatos da Embraer operando na frota KLM Cityhopper.

 

No mesmo período, a Air Peace, a maior companhia aérea da Nigéria e do Oeste da África, recebeu seu primeiro jato E195-E2. A Air Peace se tornou assim a primeira cliente de E2 na África, sendo também e empresa lançadora global do design inovador premium de assentos escalonados da Embraer.

 

Em 23 de abril de 2021, a empresa aeronáutica tem como cliente um pedido firme de encomenda de 30 aeronave E195-E2 que não foi divulgado, com entregas a partir de 2022. Seus trinta pedidos confirmados serão incluídos na carteira de pedidos da Embraer no segundo trimestre.

  

LEIA TAMBÉM:

0 Pessoas comentaram este artigo

SEJA UM AOPIADOR NOSSO

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine É MAIS QUE VOAR por apenas R$ 9,99/mês.

Em tempos de coronavírus e desinformação, É MAIS QUE VOAR continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que este mídia e meu trabalho o qual me empenho com tanta dedicação em prol de você seja mantida para entregar a você e todos os amantes do setor da aviação e de viagens conteúdo profissional.

Assine nossa mídia de notícia.